Data: 09/03/2020 - 13:39:24

Notas de sessão plenária
de 9 de março

  • Professora Josete falou do Dia Internacional da Mulher e cobrou mais investimentos no enfrentamento à violência. (Foto: Rodrigo Fonseca/CMC)
  • Colpani: “Esta é a legislatura que mais tem mais mulheres [oito] representando o povo de Curitiba”. (Foto: Rodrigo Fonseca/CMC)
  • Médica da CMC, Rejane Maria Ferlin convidou para atividade nesta segunda, em comemoração ao Dia da Mulher. (Foto: Rodrigo Fonseca/CMC)
  • Herivelto Oliveira sobre os imóveis abandonados: “É um problema de segurança e de saúde pública”. (Foto: Rodrigo Fonseca/CMC)
Dia da Mulher I
Professora Josete (PT) disse que o Dia Internacional da Mulher, nesse domingo (8), foi de “mobilização por todo o país” e teve como pauta central “a questão da violência”. Em Curitiba, pela manhã, houve uma caminhada no Parolin, com o tema “Mulheres da favela exigem paz”. “Na semana passada, tivemos [na cidade] mais um caso [de duplo feminicídio]. Uma policial civil foi morta pelo marido, e ele também assassinou a enteada, de 16 anos”, afirmou. “É mais um fato lamentável, que nos leva cada vez mais a exigir do poder público ações efetivas para que leis que existem sejam de fato implementadas, cumpridas. Para isso, precisamos de estrutura.” Para ela, o Executivo precisa investir na contratação de servidores e na construção de equipamentos públicos. (Foto 1)

Dia da Mulher II

“Temos os Cras, que deveriam ser a porta de entrada das mulheres em situação de violência. Na maior parte deles, temos metade do quadro de pessoal. A visita aos domicílios está totalmente comprometida”, acrescentou Josete. Colpani (PSB) também lembrou do Dia Internacional da Mulher: “Esta é a legislatura que mais tem mais mulheres [oito] representando o povo de Curitiba”.  Médica da CMC, Rejane Maria Ferlin reforçou convite para atividade alusiva à data, promovida pela Saúde Ocupacional, a partir das 14 horas desta segunda-feira (9), no auditório do Anexo II. “Aproveito este momento para parabenizar todas nossas vereadoras e mulheres que trabalham na Câmara, por serem guerreiras e fazerem a diferença na sociedade”, disse ela. (Fotos 2 e 3)

Imóveis abandonados I
“Gostaria de reforçar mais uma vez esta situação em Curitiba. Quando estes problemas surgem na cidade, saltam aos olhos. É um problema de segurança e de saúde pública”, alertou Herivelto Oliveira (Cidadania), sobre imóveis abandonados. O mato toma conta dos terrenos, atraindo animais, como insetos, pontuou o vereador. Também há o despejo de entulho e o uso dos imóveis por usuários de drogas. Ele ainda exibiu reportagem de emissora local sobre o problema, para a qual foi entrevistado. (Foto 4)

Imóveis abandonados II
Para Oliveira, é necessário que o Município diminua a burocracia. “Só um quarto das pessoas notificadas [pelo Executivo, na fiscalização dos imóveis] fez a limpeza. E as multas também não são pagas. Quem abandona o terreno também não paga a multa, e isso acaba indo para a justiça”, citou. Sobre situação levantada por ele na semana passada, de acumuladora de animais na rua Matheus Leme, o vereador relatou ter sido procurado por advogados da mulher, que estariam negociando a assinatura de Termo de Ajustamento de Conduta (TAC).  

Pré-candidato
Ezequias Barros (Patriota) informou a exoneração de seu primeiro suplemente, Flávio José de Freitas, o Vermelho, de cargo em comissão na Secretaria do Governo Municipal (SGM). Pré-candidato a vereador pelo Patriota, ele antecipou a descompatibilização do cargo em um mês. Segundo Barros, a medida foi tomada “para que não houvesse qualquer tipo de constrangimento”. O parlamentar elogiou a atuação do colega de partido na SGM. “Queria também me somar a você, e agradecer o atendimento do Vermelho”, completou Colpani (PSB).

Critérios para eutanásia
À Secretaria Municipal do Meio Ambiente (SMMA), Fabiane Rosa (DC) pergunta quais os critérios adotados para a eutanásia de animais abrigados no Centro de Controle de Zoonoses e Vetores de Curitiba (CCZ). “Há a eutanásia de animais saudáveis ou recuperáveis? Quais os critérios para que isso ocorra? Há registros das eutanásias realizadas? Qual a solução adotada em caso de falta de espaço de abrigamento?”, questiona (062.00108.2020).

Incentivo ao esporte

De Cacá Pereira (DC), a Secretaria Municipal do Esporte, Lazer e Juventude (Smelj) receberá pedido de informações oficiais sobre os projetos aprovados pelo Programa Municipal de Incentivo ao Esporte, entre 2019 e 2020 (062.00109.2020). Ele quer saber o valor destinado às iniciativas, quanto cada atleta recebeu e quais as instituições cortadas, por quais motivos.

Contribuição de Melhoria

À Prefeitura de Curitiba, Professor Euler (PSD) pergunta qual o valor total dos lançamentos efetuados pelo Município e quanto foi arrecadado, para quais obras, a título de Contribuição de Melhoria, entre 2017 e 2019 (062.00117.2020). Ele ainda questiona a estimativa de lançamentos e arrecadação, para este ano.

Pavimentação no Umbará
A pavimentação da rua Vergília Calixto e da estrada do Ganchinho, no bairro Umbará, é mote de pedido de informações oficiais de Mauro Bobato (Pode), à Secretaria Municipal de Obras Públicas (Smop). O vereador quer saber quem são os responsáveis técnicos pelos projetos e obras, e quais as etapas das mesmas (062.00113.2020). “Os materiais que estão sendo usados são de qualidade? A obra vem sendo executada corretamente, garantindo a qualidade do serviço?”, completa.


Texto:   Fernanda Foggiato
 
Reprodução do texto autorizada mediante citação da Câmara Municipal de Curitiba.


Arquivos para download:

Voltar